Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Primavera dos Povos

Revoluções liberais

A reação conservadora resultante do Congresso de Viena e da Santa Aliança, assinada entre Áustria e Rússia com o apoio da Inglaterra, não consegue impedir que os ideais revolucionários continuem a se expandir. Por volta de 1830 ressurge na Europa o processo de revoluções liberais que começa com a Independência dos Estados Unidos em 1776 e tem seu auge na Revolução Francesa em 1789. Além dos princípios liberais as revoluções de 1848 incorporam as lutas do proletariado.

Era do liberalismo – As revoluções eclodem em vários países da Europa tendo como características comuns o nacionalismo, o liberalismo e elementos do socialismo. O nacionalismo faz com que os povos de mesma origem e cultura procurem se unir; o liberalismo se opõe aos princípios da monarquia; e o socialismodireciona para reformas sociais e econômicas profundas contra a desigualdade. Os conservadores tentam consolidar a restauração monárquica, enquanto os liberais querem a expansão econômica, social e po…

3 de agosto de 1988 – Constituinte decreta fim da censura

Imagem
“É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”, vinha em um dos parágrafos aprovados pela Constituinte.


A partir do terceiro dia de agosto de 1988, o cidadão brasileiro se tornou, oficialmente, livre em suas manifestações de caráter intelectual, artístico, científico e comunicacional. A Assembléia Constituinte decidiu manter o que fora aprovado no primeiro turno de votação sobre a nova Constituição. Ou seja, obras como livros, quadros e textos de natureza científica, entre outras manifestações enquadradas pelo projeto constitucional, não só não poderiam mais ser censurados, como sequer dependeriam de licença do governo para existir no território nacional. O Brasil se libertava, formalmente, das últimas mordaças do governo militar.