3 de dezembro de 1989 – Anunciado o Fim da Guerra Fria

do site Jornal do Brasil


De uma reunião na ilha mediterrânea de Malta saiu a decisão mais aguardada por grande parte da humanidade durante quase meio século: o fim da Guerra Fria. Programado para acontecer havia anos, o encontro entre os Presidentes George Bush [pai] (EUA) e Mikhail Gorbatchov (URSS), para discutir uma nova era nas relações políticas e diplomáticas, definiu uma nova era no relacionamento bilateral entre esses paises, e a assinatura – prevista para a segunda quinzena de junho do ano seguinte – de um tratado para reduzir pela metade as armas nucleares estratégicas. Em clima de amistosa franqueza, reconheceram suas divergências no que dizia respeito à América Central e ao controle das forças navais.

“Estamos deixando uma época de guerra fria para entrar numa nova era. Estamos no início de um longo caminho de paz”, declarou Gorbatchev após o encontro, sediado num navio soviético em alto mar.

Na primeira entrevista coletiva, Bush disse que “a parte mais frutífera das discussões foi a que relacionada com a economia”. Dizendo que havia “enorme apoio” nos Estados Unidos à política de reformas da perestroika, ele anunciou que apoiaria a pretensão da URSS de aceder à condição de observadora no quadro do Acordo Geral de Tarifas e Comércio - GATT, e que passaria a inclui-la no esquema de país mais favorecido para trocas comerciais, tão logo a política de emigração da Russia se tornasse mais liberal.

“Chegamos a um entendimento mais profundo sobre nossos respectivos pontos de vista. Embora não caiba aos Estados Unidos ou à União Soviética decidir o futuro dos povos europeus ou de qualquer outros povos, estou convencido que um relacionamento americano-soviético de cooperação pode tornar o futuro mais seguro e feliz”, declarou Bush.

Com o encontro também ficou decidida a retirada de todas as esquadras de navios do Mar Mediterrâneo, fortemente militarizado até então. O último aperto de mãos entre os dois Chefes de Estado selou o desmantelamento de uma ordem mundial baseada na divisão do mundo em áreas definidas de influência, que garantiu 45 anos de paz na Europa e a regionalização dos conflitos no Terceiro Mundo.

Postagens mais visitadas